Web Content Viewer (JSR 286)

Actions
Loading...
Página institucional

Cuidar do meio ambiente
é colaborar para um
mundo melhor.


Emoção, velocidade, adrenalina, para a Mitsubishi Motors, a vida é uma grande aventura. Mas, como em toda grande aventura, deve-se ter uma boa dose de responsabilidade. Por isso, a Mitsubishi se dedica a projetos socioambientais de conscientização, preservação, reflorestamento e reciclagem, além de desenvolver projetos em comunidades carentes, sempre com o intuito de incentivar a inclusão social e o trabalho voluntário. Uma empresa cidadã. Uma empresa que gera empregos e investe em qualidade de vida de seus empregados. De Mitsubishi, todo mundo vai longe.

Conheça um pouco das nossas ações ambientais que têm influenciado a cultura local das regiões onde atuamos industrialmente e que também impactam positivamente toda a nossa cadeia de negócios.







FÁBRICA CERCADA PELO VERDE


Inaugurada em 1998, a fábrica da Mitsubishi Motors do Brasil possui 630.000m2 de área total e 216.000m2 de área construída. Com capacidade instalada para liberar 300 veículos/dia, a unidade produtiva foi erguida sobre os alicerces de respeito ao meio ambiente e de preservação da mata e fauna locais.

A área da empresa é frequentada por diversas espécies animais, como a curicaca, a coruja, o marreco, o anu branco e a pomba de bando, além de abelhas típicas da região e animais do cerrado, entre eles o tamanduá e diversas espécies de cobras.
Redução de descarte com rack retornável
Além da reciclagem da madeira utilizada nos transportes de algumas peças recebidas, a Mitsubishi Motors iniciou, em 2009, a utilização de racks retornáveis. Deste modo, é possível a utilização contínua da mesma embalagem para transportar peças dos fornecedores para a nossa fábrica. Trata-se de dispositivos modulares retráteis de alta resistência, proporcionando mais segurança no transporte e garantia de integridade das peças transportadas. Estes racks foram elaborados com modernos conceitos de ergonomia, que permitem o máximo aproveitamento quando armados e alta compactação quando desarmados. Com a utilização destes racks, a Mitsubishi reduziu em 750 toneladas anuais o descarte das antigas embalagens de peças.
REUTILIZAÇÃO DE MADEIRA
Há cerca de 10 anos, a Mitsubishi Motors repassa mensalmente cerca de 72 toneladas de madeira para a Kata Lider Indústria de Sucatas LTDA, localizada em Catalão (GO), onde são usadas como carvão vegetal nos fornos de alta temperatura. A madeira, proveniente da Ásia, é usada pela montadora na embalagem de peças automotivas durante o transporte até a fábrica de Catalão. Uma ação que contribui para a diminuição do desmatamento de florestas nativas e, até o momento, evitou o corte de mais de 6.500 árvores, o que equivale a 21 campos de futebol.
97% DOS RESIDUOS GERADOS SÃO RECICLADOS
Todos os resíduos gerados na Mitsubishi Motors são quantificados e enviados exclusivamente para empresas licenciadas pelos órgãos ambientais competentes. Desde 2001, foi enviado para fins de adequação ambiental um total superior a 91 mil toneladas dos mais diversos resíduos gerados na empresa através de seus processos. O índice de reciclagem, ou seja, aquela quantidade que é enviada para fins de reciclagem, gira em torno de 97%. Outra parte dos resíduos (3%) é enviada a um processo denominado coprocessamento, espécie de queima de resíduo que resulta na incorporação de suas cinzas em materiais como cimento de construção civil.

Destacamos o envio entre 2001 e 2015 de mais de 18 mil toneladas de papel/papelão para fins de reciclagem, deixando de cortar mais de 294 mil árvores, o equivalente a 911 campos de futebol e conferindo uma economia de mais de 157 milhões de litros de água.
RECICLAGEM QUE PRODUZ RENDA

A cidade de Catalão (GO) é beneficiada pelas ações de reciclagem da Mitsubishi Motors, onde cerca de 75 toneladas de resíduos sólidos são descartados, por semana, pela fábrica e enviados para reciclagem. Este processo é fonte de renda para diversas famílias.
USO DE PAPEL RECICLADO

A Mitsubishi Motors do Brasil foi uma das montadoras pioneiras no país a adotar, em larga escala, o uso do papel reciclado tanto em suas atividades rotineiras, quanto em contratos com rede de concessionários e fornecedores, nos impressos aos usuários e clientes, e nos manuais dos veículos. Essa iniciativa rendeu à empresa, em 2003, o certificado de mérito ambiental concedido pelo IBDN - Instituto Brasileiro de Defesa da Natureza durante a segunda conferência latino-americana de preservação do meio ambiente.
VEÍCULOS FLEX
O setor automotivo brasileiro tem contribuído de forma significativa com o meio ambiente, tornando-se modelo para muitos países desenvolvidos que desejam produzir veículos mais "ecológicos".

A Mitsubishi Motors é uma dessas empresas do setor e foi a primeira na categoria de Sport Utility Vehicle, ao lançar o Pajero TR4 Flex, o primeiro SUV 4x4 flex do mercado. Este veículo foi desenvolvido com tecnologia 100% brasileira e premiado pela Mitsubishi Motors do Japão.

Após o sucesso do Pajero TR4 Flex em proporcionar ao mercado de veículos SUV a possibilidade de abastecimento com álcool, gasolina ou a mistura dos dois combustíveis em qualquer proporção, a Mitsubishi Motors inovou mais uma vez ao apresentar o Pajero Sport Flex, primeiro V6 flex do mercado, a L200 Triton Flex, a primeira cabine dupla 4x4 V6 flex e agora sua última novidade: o Pajero com motor flex. Todos produzidos em Catalão (GO).
PLANTANDO A SEMENTE DO FUTURO
A Mitsubishi Motors busca alinhar suas ações de maneira que não apenas conservem as áreas de proteção ambiental existentes, mas que também gerem oportunidades para a criação de novos espaços verdes nas cidades.

Em São Paulo, a empresa participou da revitalização de uma importante área de lazer da cidade, o Parque do Povo, através da doação e plantio de 226 árvores de 22 espécies, como a embaúba prateada, paineira branca e vermelha, palmeira imperial, jacarandá azul escuro e ipê rosa.
CARRO ELÉTRICO


O i-MiEV é movido a motor elétrico e suas baterias podem ser recarregadas em uma tomada comum de uma casa. O carro de quatro lugares pode atingir 160km de autonomia após receber uma carga de sete horas a 200 volts. É um veículo com zero emissão de poluentes. Não utiliza um motor de combustão agregado, como acontece com os carros híbridos.

A Mitsubishi Motors vendeu, em 2011, o seu primeiro veículo elétrico no Brasil para a Petrobrás. Em 2014, a montadora lançou mais uma novidade que une sustentabilidade, tecnologia e performance: o Mitsubishi Outlander PHEV, que é o primeiro crossover 4x4 PHEV do Brasil. Essa tecnologia permite que o veículo percorra mais de 52 quilômetros sem utilizar uma gota de gasolina. Além disso, o Mitsubishi Outlander PHEV ganhou o prêmio máximo de segurança automotiva no Euro NCAP, ANCAP e JNCAP.
CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE A IMPORTÂNCIA DA RECICLAGEM
Para disseminar a prática da reciclagem entre os colaboradores, a Mitsubishi Motors criou, em 2003, o concurso Criatividade Reciclada, que incentiva os funcionários a desenvolverem trabalhos artísticos com materiais recicláveis. O resultado desse trabalho pode ser visto na decoração de Natal de Catalão (GO) e é motivo de orgulho para todos.
PROJETO MITPROVERDE

A Mitsubishi Motors realiza anualmente várias competições no mundo off-road, o que movimenta centenas de competidores do Brasil e do mundo. Em virtude da grande quantidade de veículos que participam destas competições, a empresa decidiu, desde 2010, compensar o meio ambiente pela emissão de CO².

Para neutralizar os carbonos emitidos pelos competidores em cada etapa dos ralis, a Mitsubishi Motors já plantou mais de 9 mil mudas de árvores nativas do cerrado em uma área de preservação ambiental localizada próximo à sua fábrica em Catalão (GO). O programa soma 18 mil plantas nativas cultivadas na Fazenda Olaria, em Catalão (GO). Até o fim de 2016 serão 21 mil mudas plantadas.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL

A Mitsubishi Motors Brasil opera dentro dos padrões de respeito ao meio ambiente, de modo a proporcionar competitividade e gerar recursos para o aprimoramento contínuo do sistema de gestão ambiental. Assim, busca o atendimento aos requisitos legais aplicáveis e a diminuição da poluição, adotando os critérios da norma ISO 14.001:2004 em seu sistema de gestão ambiental, que se baseiam nos seguintes pilares: atender à legislação ambiental aplicada a seus produtos e processos; prevenir contingências ambientais através da aplicação da melhor tecnologia disponível em produtos e processos; otimização na utilização de recursos naturais; reduzir a geração de resíduos sólidos; e divulgação das práticas ambientais adotadas.